quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

FELIZ 2011

A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus

Esta mensagem de ano novo é uma caixinha cheia de alegria, embrulhada com carinho, selada com um sorriso e enviada com um beijo.

Feliz Ano Novo!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

ÁRVORE DOS DESEJOS!

LINDA ÁRVORE PARA VOCÊ ESCREVER SEUS DESEJOS E DE SUA FAMÍLIA.
SE FOR SEGUNDO A VONTADE DE DEUS , ELE FARÁ OS DESEJOS DE SEU CORAÇÃO.

domingo, 19 de dezembro de 2010

QUE TAL INICIAR 2011 ECONOMIZANDO?
ESTES COFRINHO SÃO UMAS GRACINHAS
FAÇA E GUARDE SUAS MOEDAS.

Fonte:Revista do Profº Sassá


BRINQUEDOS PARA SEREM FEITOS COM A AJUDA DA GAROTADA.

NESSAS FÉRIAS È DIVERTIMENTO NA CERTA.

sábado, 18 de dezembro de 2010

RECEITINHA


Bolinhos Com Creme












INGREDIENTES:

MASSA

6 ovos

200g de açúcar

200g de farinha de trigo

1 colher (sopa) de fermento em pó


CREME

1 xícara (chá) de leite

2 colheres (sopa) de amido de milho

2 gemas

1 colher (sopa) de essência de baunilha

1 colher (sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de açúcar

MODO DE PREPARO:

Bata as claras em neve, junte as gemas e o açúcar aos poucos.

Em seguida, misture a farinha de trigo delicadamente.

Coloque em forminhas untadas com manteiga e asse em forno médio até que dourem, depois, deixe esfriar. Em uma panela, misture o leite com o açúcar e o amido.

Assim que ferver retire do fogo e misture as gemas batidas com a manteiga e a baunilha, volte ao fogo e retire, assim que encorpar.

Desenforme os bolinhos, corte na horizontal até o meio e recheie com o creme.

Coloque em forminhas de papel e polvilhe açúcar de confeiteiro.
Fonte: blog Eternidade

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A ARCA DE NOÉ

COISAS IMPORTANTES A

        APRENDER  COM
        
          A ARCA DE NOÉ


1. NÃO PERCA O BARCO.

2. LEMBRE-SE DE QUE ESTAMOS TODOS NO MESMO BARCO.

3. PLANEJE-SE PARA O FUTURO. NÃO ESTAVA CHOVENDO QUANDO NOÉ CONSTRUIU A ARCA.

4. MANTENHA-SE EM FORMA. QUANDO VOCÊ TIVER 60 ANOS,ALQUEM PODE LHE PEDIR PARA FAZER ALGO REALMENTE GRANDE.

5. NÃO DÊ OUVIDOS AOS CRÍTICOS; APENAS CONTINUE A FAZER O TRABALHO QUE PRECISA SER FEITO.

6. CONTRUA SEU FUTURO EM TERRENO ALTO.

7. POR SEGURANÇA, VIAJE EM PARES. 

8. A VELOCIDADE NEM SEMPRE É UMA VANTAGEM. OS CARAMUGOS ESTAVAM A BORDO COM OS LEOPARDOS.

9. QUANDO ESTIVER ESTRESSADO, FLUTUE POR UM TEMPO.

10. LEMBRE-SE: A ARCA FOI CONSTRUÍDA POR AMADORES; O TITANIC, POR PROFISSIONAIS.

11. NÃO IMPORTA A TEMPESTADE, POIS,QUANDO VOCE ESTÁ COM DEUS, HÁ SEMPRE UM ARCO-IRIS ESPERADO-O.

domingo, 31 de outubro de 2010

Formando crianças livres de preconceito

AS CRIANÇAS NÃO SÃO NATURALMENTE PRECONCEITUOSAS. ELAS APRENDEM A SER COM OS ADULTOS. APROVEITE ESSA FASE ASSENCIAL DA VIDA DE TODOS SER HUMANO, QUE E  A INFÃNCIA, E VALORIZE SENTIMENTOS E VALORES POSITIVOS QUE ESSES PEQUENOS E ESPECIAIS SERES TRAZEM EM SI.


1-Dinâmica das flores:

Leve flores de diferentes cores e formas para classe e deixe que cada aluno escolha uma.Depois,pergunte o que chamou a atenção deles para escolher aquela flor.Peça -lhes que percebam as diferentes formas.Chame sua atenção para fato de as flores serem diferentes e nem por isso menos belas e aparecidas.Em seguida,peça que olhem uns para outros.Assim como as flores,cada um é diferente,mas não menos importante.Muitas coisas variam:cor e tipo de cabelo,formato e cor dos olhos,tamanho do nariz,altura,cor da pele,etc.

2 -Dinâmica das cores:

 Leve um aparelho de som para a classe e coloque uma música suave.Espalhe vários lápis ou gizes de cera de várias cores sobre a mesa e peça para as crianças escolherem a cor que mais lhe agrada. Haverá cores iguais e cores diferentes. Converse com elas sobre como seria o mundo se tudo fosse de uma só cor - azul, por exemplo. E se tudo fosse amarelo? Ou vermelho? Será que eles comeriam uma banana azul? Ou um morango cinza? Sim? Não? Por quê? Pode-se debater se é bom haver cores diferentes e o porquê.

 Depois, peça que olhem uns para os outros. Assim como as cores, cada um é diferente. Muitas coisas variam: cor e tipo de cabelo, formato e cor dos olhos, tamanho do nariz, altura, cor da pele. Pergunte que cor de lápiz ou giz é mais parecido com a cor da pele de cada um.(Caso algum aluno diga que sua cor é "feia", procure fazê-lo se sentir valorizado. Esse momento será propício para melhorar a autoestima dessa criança.) 

MANDAMENTOS PARA LEMBRAR A CADA DIA


1.Amar e respeitar o filho pelo que ele é, e não pelo que quer que ele seja.
2. Não sobrecarregar o filho com problemas e emoções com os quais ele não esteja preparado para lidar.
    Lembrem-se de que vocês são os pais, ele é o filho.

3. Quando for necessário impor disciplina, deixar claro para o filho que você desaprova o que ele fez, e não o que ele é.

4. Colocar limites para o filho e ajudá-lo a sentir-se seguro com a noção do que se espera dele.

5. Arranjar tempo para o filho e saborear os momentos de convívio, sabendo o quanto estes são importantes.

6. Criar um ambiente doméstico afetuoso e mostrar ao filho, sempre e como for possível, que ele é amado.

7. Certificar-se de que o filho está tendo espaço para crescer,sonhar,vencer e, até mesmo, errar.

8. Encorajar o filho a conhecer o mundo em todos os seus aspectos, guiando-o pelos diversos caminhos e esforçando-se para torná-lo cuidadoso, mas não medroso.

9. Cuidar se sí física e emocionalmente para que o filho possa contar com os pais na hora em que precisar.

10. Esforça-se para ser tudo o que vocês querem que o filho seja quando crescer - amoroso,decente,equilibrado,generoso e confiante.

domingo, 3 de outubro de 2010






Olá amigas,
Veja que lindo palhacinho que você pode confeccionar e presentear
seus alunos.Encontrei-o no blog adrinArte onde você encontrará as
explicações de como confeccionar passo a passo.

sábado, 2 de outubro de 2010

Jogos e brincadeiras para animar o recreio da garotada

a) Tira, tira o rabo

Dividir as crianças em dois ou três grupos. Cada grupo recebe uma

tira de papel crepom de uma determinada cor (se forem três grupos

deverão ser três cores), que será colocada no elástico do short

ou da calça comprida.

Dado um sinal (apito ou palma), cada participante tentará tirar a

fita dos grupos oponentes. Ganha o grupo que chegar ao final com

um número maior de participantes com a fita de sua equipe. Observação:

junto com as crianças podem ser convencionadas outras

regras para esta atividade. Exemplo: não poderá segurar fita, não

poderá ficar encostado na parede, etc.

b) Onde está o animal

As crianças ficam dispostas em círculo e uma delas fica no meio,

com os olhos vendados. Uma criança indicada por gesto da professora

imita o som de um animal. Por exemplo: cachorro “au,

au”; a criança com os olhos vendados deverá ir em direção ao som

emitido. Podem ser feitas várias tentativas (mais ou menos três). Se

acertar quem emitiu o som, as crianças trocam de lugar. Uma delas

vai para o centro, com os olhos vendados. Observação: as crianças

que estão no círculo não podem se movimentar.

c) A galinha e os pintinhos

Colocar as crianças sentadas em círculo e uma delas no centro, com

os olhos vendados (ela será a galinha) e dois ou três objetos no chão,

próximos da galinha, que representem os pintinhos. Ao sinal da

professora (por gesto, não pelo som), uma criança levanta-se

silenciosamente e tenta pegar um dos “pintinhos”. Se a galinha pressentir,

começará a fazer “có, có, có”.

Nesse momento, todas as crianças da roda colocarão as mãos para

trás e a “galinha” tentará descobrir quem pegou seu “pintinho”.

Se descobrir, continuará sendo a “galinha”, senão, quem pegou o

“pintinho” é que será a nova “galinha”.

Observação: é possível realizar a brincadeira utilizando “outros animais”.

d) Brincando de gato e rato

Com as crianças em pé, colocadas em círculos com cinco a seis crianças,

com as pernas em afastamento lateral, deixar uma criança ao centro,

como “rato”, e a outra fora do círculo, como “gato”. Este último

vai tentar entrar no círculo passando pelas pernas afastadas da criança

(como se fosse túnel) para pegar o “rato”; e o primeiro vai se esforçar

para não ser apanhado, passando, para se defender, também pelo “túnel”.

Se o gato pegar o rato, os dois serão substituídos. É necessário

ter o cuidado de fazer com que todas as crianças participem.

e) Passarinho no poleiro

Deixando as crianças à vontade e tendo à vista vários objetos (como

pneus, bancos, pedaços de madeira, etc.), a professora fala:

“A criança que não conseguir se empoleirar será o passarinho”.

E, assim, por meio do comando da professora, eles trocam de poleiros,

e o “passarinho” tentará pegar o lugar de alguém que, com os pés

no chão, não conseguiu pegar nenhum poleiro. A brincadeira segue

enquanto houver interesse e entusiasmo por parte das crianças.

f ) Jogo dos animais

O professor poderá fazer círculos de três cores no chão ou usar

bambolê de três cores (número de círculos de acordo com o número

de crianças). Cada criança escolhe o seu lugar e a professora estabelece

para cada cor um animal. Exemplo: amarelo – gato / azul

– cachorro / vermelho – passarinho. Regra: cada vez que o animal

“falar”, os que o representam deverão trocar de lugar fazendo a sua

voz. Os outros animais não deverão sair do seu lugar.

A professora poderá criar uma história envolvendo os animais que estão no jogo.

Observação: este jogo poderá ser substituído por frutas, personagens

de uma história, personagens criados pelas próprias crianças, etc.

domingo, 19 de setembro de 2010

DIA DA BIBLIA

Para os católicos, o dia da Biblia é comemorado em 30 de setembro. Para os evangélicos, no 2º domingo de dezembro. Sabe -se que a Biblia deve ser um livro que devemos consultar todos os dias.

Jogral: A Bíblia e o Celular

• Já imaginou o que aconteceria se tratássemos a nossa Bíblia do jeito que tratamos o nosso celular?

• E se sempre carregássemos a nossa Bíblia no bolso ou na bolsa?

• E se déssemos umas olhadas nela várias vezes ao dia?

• E se voltássemos para apanhá-la quando a esquecemos em casa, no escritório... ?

• E se a usássemos para enviar mensagens aos nossos amigos?

• E se a tratássemos como se não pudéssemos viver sem ela?

• E se a déssemos de presente às crianças?

• E se a usássemos quando viajamos?

• E se lançássemos mão dela em caso de emergência?

Mais uma coisa: Ao contrário do celular, a Bíblia não fica sem sinal. Ela "pega" em qualquer lugar. Não é preciso se preocupar com a falta de crédito porque Jesus já pagou a conta e os créditos não têm fim.

E o melhor de tudo: não cai a ligação e a carga da bateria é para toda a vida. "Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto"! (Is 55:6)

Esta postagem encontrei no blog Trabalhinhos. Vai aí os devidos créditos.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

OS PAIS PERANTE O RENDIMENTO ESCOLAR


José Manuel Cervera e José Antonio Alcázar

Já escrevemos anteriormente que o primeiro motivo que provoca a relação dos pais com o colégio dos filhos é o da melhoria dos resultados escolares. E é lógico que assim seja. Deve ser um objetivo fundamental dos pais protagonistas da educação dos filhos que estes consigam desenvolver ao máximo todas as suas capacidades intelectuais: esse seria o verdadeiro êxito escolar do filho.

ÊXITO ESCOLAR = DESENVOLVIMENTO MÁXIMO DAS CAPACIDADES
INTELECTUAIS MAIS FORÇA DE VONTADE NO ESTUDO

Também a escola e, portanto, o professor do nosso filho devem ter o mesmo objetivo e então, nas entrevistas com o professor, ainda que o rendimento escolar seja sempre um tema a tratar, analisá-lo-emos no contexto do nosso objetivo fundamental que é a educação integral do nosso filho e não nos limitaremos à visão limitada que suporia preocuparmo-nos apenas com a sua instrução.

A responsabilidade dos estudos recai sobre os pais, os professores e sobre o filho-aluno. É uma responsabilidade partilhada e, portanto, nenhuma das três partes deve permanecer à margem desta tarefa ou ter ópticas diferentes.

Nós, os pais, não podemos esquecer que o protagonista da aprendizagem é o nosso filho, o estudante, e que nunca pode ser sujeito passivo do processo educativo
Para a aquisição de conhecimentos não basta que os professores expliquem e exijam, é preciso que o aluno realize o trabalho correspondente de aprender, que não é só <<compreender>> mas analisar, completar ou ampliar, memorizar, etc. Como costumamos dizer:

QUE O ALUNO ESTUDE

O estudo é o instrumento necessário para a educação intelectual que inclui:

- Aprender a pensar;

- Adquirir a capacidade de discernimento para chegar a ser uma pessoa que saiba escolher;

- Obter a cultura que, se é autêntica, é uma forma de viver, etc.

O estudo infui no desenvolvimento de toda a personalidade, pois partimos da idéia de que:

O ESTUDO É O TRABALHO DO ESTUDANTE

Suponho que a alguns parecerá que esta frase destacada é evidente. Estamos com ela a querer sublinhar que um objetivo básico do estudo é conseguir a educação para o trabalho, que os nossos filhos reconheçam o papel do trabalho nas nossas vidas.

É preciso 'motivar' os filhos para que queiram estudar e conseguir que possam e saibam fazê-lo. Necessitarão:

MOTIVAÇÃO PARA O TRABALHO E TÉCNICAS DE ESTUDO

A motivação para o estudo mais intenso será:

UM BOM AMBIENTE DE TRABALHO E NA NOSSA FAMÍLIA

Quando na família se respira um clima de trabalho bem feito, quando os pais tornam os filhos participantes das suas aspirações profissionais, na medida em que as podem entender, quando o trabalho ocupa um lugar objetivo - nem ociosidade nem <<profissionalite>> - e é aceite numa atitude de serviço, então, e só então, o ambiente familiar é uma motivação grande para os estudos dos filhos.

Os filhos valorizam muitíssimo a laboriosidade dos pais e a sua dedicação à família. O seu exemplo é decisivo para os ajudar a ser bons trabalhadores: é o melhor estímulo para os filhos. Sobretudo no caso dos alunos mais jovens: de nada serve que um pai trabalhe muitas horas fora de casa se, ao chegar, não realiza tarefa alguma em benefício da família, porque "está muito cansado".

Há pais a quem parece que só os preocupa na educação dos filhos que obtenham boas notas, pois reduzem a educação ao êxito escolar, como primeiro passo do futuro êxito social.

Estes pais que se ficam pelo resultado e se esquecem da educação como processo, como é necessária a mudança da pessoa do filho através do tempo, não estão a tratar os filhos como seres livres. Assim, a educação converte-se em treino, pois não se conta com os motivos, convicções e preferências de cada filho.

Para que o estudo seja um trabalho educativo deve pôr em jogo as faculdades pessoais, isto é:

- deve ser livre, realizado intencionalmente;

- assumindo a responsabilidade da própria tarefa.

Depois, para que o estudo seja um trabalho livre e possa servir como meio de educação, deve dar prioridade à pessoa, e não ao resultado objetivo desse trabalho.

Por conseqüência, é preciso indicar aos filhos ou alunos as razões do seu trabalho, sem reduzir o horizonte das tarefas escolares ao cumprimento de uma obrigação penosa que não haveria mais remédio senão fazer enquanto não chega o tempo das férias.

EDUCAR É DESPERTAR NOS ALUNOS:

A SATISFAÇÃO PELA OBRA BEM FEITA, DESENVOLVER
A SUA CAPACIDADE PARA TRABALHAREM BEM

Portanto, nós, os pais, sob o ponto de vista educativo, devemos atender prioritariamente, quanto ao estudo dos nossos filhos, ao trabalho e ao esforço que realizam, e só depois ao nível objetivo alcançado: as notas ou classificações escolares.

Uma boa medida será sem dúvida seguir dia a dia, de maneira prudente mas real, os estudos dos filhos, ajudando-os discretamente a manter a exigência de um plano diário de estudo.

Os pais devem evitar as reações desproporcionadas perante as notas. Dissemos que o importante é o esforço que o filho despendeu, não os resultados alcançados. Uma nota elevada sem esforço não merece um prêmio e, por vezes, uma aprovação pode ser motivo para uma celebração.

Os filhos melhor dotados, os de notas elevadas sem esforço, correm o risco de não ser educados numa virtude tão fundamental como a laboriosidade. De acordo com o orientador escolar, teremos que preparar-lhes um plano pessoal de estudos que fomente os seus hábitos de trabalho.

As classificações escolares devem servir para :

REFLETIR E DIALOGAR COM O NOSSO FILHO E PROCURAR
SOLUÇÕES QUE MELHOREM O SEU TRABALHO-ESTUDO

Em conclusão, a exigência dos pais quanto ao rendimento escolar de um filho deverá ser coerente com as capacidades reais desse filho e centrar-se não nos resultados mas no esforço.

Para ajudar os nossos filhos nos seus estudos, temos de assegurar em casa, com as ações adequadas, as condições favoráveis para que trabalhem todos os dias:

- lugar tranqüilo para estudar;

- um ambiente familiar que anime a estudar;

- um horário de estudo que se respeita sem interrupções;

- o controle severo sobre a televisão, etc.;

- mostrando sempre interesse pelo trabalho que realiza o filho.







Condensado do livro: As Relações Pais-Colégio, José Manuel Cervera
e José Antonio Alcázar , Editora Rei dos Livros

A responsabilidade dos estudos recai sobre os pais, os professores e sobre o filho-aluno. É uma responsabilidade partilhada e, portanto, nenhuma das três partes deve permanecer à margem desta tarefa ou ter ópticas diferentes.









terça-feira, 27 de julho de 2010

Veja que linda ideia de lembrancinha para o papai
Encontrei no blog Gente Miúda- da Mari.
Está aí  os devidos créditos





segunda-feira, 26 de julho de 2010

PARA BRINCAR E SE DIVERTIR

SUPERBOLHA DE SABÃO

DO QUE VOCÊ VAI PRECISAR
  • 4 colheres de sopa de detergente
  • Meio litro de água
  • 4 colheres de sopa de gelatina em pó sem sabor
  • Canudinho para soprar
  • 1 colher para medir e mexer
  • 1 jarra para colocar o liquido
COMO FAZER
  • Coloque a água dentro de uma jarra junto com as 4 colheres de sopa de detergente.
  • Mexa bem devagar, com uma colher, sem fazer espuma.
  • misture nesse liquido, 4 colheres de sopa de gelatina em pó, sem sabor, e mexa novamente até desfazer bem.
  • Coloque a mistura na geladeira por alguns minutos antes de usar, assim suas bolhas vão durar mais.
  • Quando estiver pronto, é só emrgulhar uma canudo e soprar devagarinho.
   AS SUPERBOLHAS DURAM MAIS TEMPO PORQUE A GELATINA FAZ AS BOLHAS FICAREM MAIS RESISTENTES.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

SELINHO QUE GANHEI DO BLOG DA BETE

Poesia no varal

Poesia no varal
 
 Objetivos: estimular o gosto pela leitura de poemas; sensibilizar os alunos com relação á importância da poesia e da criação de novas sensibilidades; possibilitar a leitura de poemas pelo viés do lúdico.

 Números de participantes: 20 a 30.

 Tempo de duração: 1h30 min.

 Recursos necessários: diversos poemas, jornais, revistas, papel sulfite, cola, tesouras, cordão, grampea-
 dor, canetas, som, CD com músicas tranquilas.

  Passo a passo

 Colocar diversos poemas estendidos num varal e solicitar aos participantes que os leiam silenciosamente. ( se as crianças não sabem ler, solicitar que escolham um poema para ser lido pelo(a) professor(a)  Enquanto eles passeiam os olhos pelos poemas, o professor colocará uma música tranquila.

 Solicitar que cada aluno escolha um poema para que seja representado por figura, foto, ilustração e   palavras, que serão retiradas dos jornais e/ou revistas.

 Após a escolha do material, montar o trabalho na folha de papel sulfite e pendurar em outro varal.

 Depois que os trabalhos forem expostos no varal, os alunos farão outro passeio com a finalidade de identificar qual poema está sendo representado por aquele material. Todos devem opinar.

 Finalmente, solicitar a experiência, pedindo a cada um que fale sobre o poema escolhido e como ele foi representado.      

quinta-feira, 22 de julho de 2010

O AMBIENTE ALFABETIZADOR

O ambiente alfabetizador é aquele que promove situações diversas de uso real da leitura e da escrita. Nele, todas as crianças tem oportunidades de participar da construção de ideias de como se lê e se escreve, refletindo sobre a língua e o uso dela.

Muitas situações de comunicação necessitam de mediação pela escrita: notícias de jornais e revistas, convites para festas, regras de jogos, etc.

o educador deve estar atento às curiosidades de seus alunos e aproveitar para, junto com eles, elaborar " combinados", adivinhas, poemas, etc.
CANTINHO DA LEITURA


É uma ótima ideia criar um "Cantinho da Leitura" na própria sala. A família e os amigos podem colaborar com revistas e livros próprios para a idade.

O cantinho deve ser colocado de forma em que a criança tenha acesso para escolher o livro que mais lhe agrada, por exemplo, para ler enquanto espera que os outros colegas terminem a atividade, evitando, assim, que fique com tempo ocioso, gerando indisciplina.

outra sugestão é colocar no Cantinho da Leitura uma "Caixa de Leituras" onde as crianças posssam colaborar com textos como notícias, piadas, adivinhas e outros.






O educador(a) poderá criar pequenos textos de acordo com o conteúdo em estudo, ilustrá-los e deixá-los nessa caixa para ser lido pelos alunos após terminarem uma atividades

quarta-feira, 21 de julho de 2010

AOS PAIS OU ESPONSÁVEIS
           ORIENTAÇÕES PARA AS TAIVIDADES DE CASA

O objetivo com as atividades de casa é fixar os ensinamentos desenvolvidos em sala de aula ou complementar algum conhecimento em construção de um tema em estudo pelos alunos.
Para que  os alunos possam fazer bom proveito desse tipo de atividade aqui vão algumas dicas:

- Ajude a criança a criar laços de responsabilidade. A atividade de casa deve passar a ser um hábito na vida de seu(sua) filho(a).

- O horário e o local da execução das tarefas deve ser sempre os mesmos. O local deve ser arejado e claro.

- O incentivo á criança na execução das atividades é muito importante.

- Evite que a criança faça o dever diante da televisão ou com o som ligado, pois isso pode lhe tirar a concentração.

- Deve-se levar em  consideração na correção do dever a responsabilidade, o capricho, o recorte e a colagem, sem deixar, contudo, de observar as diferenças individuais, respeitando e valorizando o crescimento pessoal de cada aluno(a).

- Promover a independência da criança gradamente até que ela seja capaz de excutar as atividades sozinha.



COMBINADOS DAS ATIVIDADES DE CASA





 

- Escolha um horário de estudo e siga-o todos os dias.

- Escolha um lugar ventilado, bem iluminado, sossegado, longe da televisão ou do som e concentre-se no que estiver fazendo.

- Organize-se, colocando sobre a mesa todo o material de que vai precisar: lápis preto nº 2, lápis de cor (apontados), borracha, cola, tesoura e régua.

- Quando necessário, recorte, cole e responda á atividade no caderno.

- Observe a ordem numérica das atividades para colar na sequencia correta.

- Pinte com capricho as ilustrações.

- Faça tudo com boa vontade. Se houver alguma dificuldade, avise seu(sua) professor(a) assim que chegar á sala de aula.

- Ao terminar, organize seu material e o local de estudo, deixando tudo arrumado.

Quero ver você brilhar sempre!

Um abraço!

Postado por Carla Andréia –Cantinho da Carla

SABEDORIA

SABEDORIA

HÁ DOIS TIPOS DE SABEDORIA: A INFERIOR E A
SUPERIOR.
A SABEDORIA INFERIOR É DADA PELO QUANTO ELA TEM CONSCIÊNCIA DE QUE NADA SABE.
TENHA A SABEDORIA SUPERIOR SEJA UM ETERNO APRENDIZ NA ESCOLA DA VIDA.
A SABEDORIA SUPERIOR TOLERA, A INFERIOR JULGA ; A SUPERIOR ALIVIA; A INFERIOR CULPA; A SUPERIOR PERDOA, A INFERIOR CONDENA.
(AUGUSTO CURY)